top of page
  • Foto do escritorElias Neto

Tudo sobre o novo Programa Selo Verde Brasil

Na última segunda, dia 17 de junho, o Governo Federal publicou um novo Decreto, criando o Programa Selo Verde Brasil. Mas o que isso muda na sua vida e de sua empresa?  


Confira o novo artigo do nosso blog e entenda tudo sobre essa importante medida!


O que é o Programa Selo Verde Brasil?

Sabemos muito pouco sobre os impactos ambientais e sociais causados pelos produtos e serviços que consumimos. Poucas empresas divulgam, por exemplo, a pegada de carbono de seus produtos. E quando uma embalagem afirma que o produto é "carbono neutro" ou "eco", é difícil de confiar, pois não há regulamentação específica para este tipo de informação.


O Programa Selo Verde Brasil foi criado para dar as diretrizes da normalização e certificação de produtos e serviços que comprovadamente atendam a requisitos de sustentabilidade pré-definidos. Os principais objetivos são garantir o acesso a mercados internacionais cada vez mais rígidos com critérios ambientais e sociais, e estimular o consumo de produtos sustentáveis.


Como funciona?

1. Normalização: O Decreto não define quais são os requisitos de sustentabilidade, mas determina que caberá à ABNT - Associação Brasileira de Normas Técnicas, elaborar as normas com os requisitos, para cada tipo de produto ou serviço.


2. Certificação: As empresas que quiserem certificar seus produtos e serviços deverão contratar organismos acreditados pelo INMETRO - Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia para uma verificação de terceira parte dos requisitos.


A certificação não é obrigatória, mas sim voluntária.



Programa Selo Verde Brasil


O que muda?

Com consumidores cada vez mais conscientes e atentos aos impactos dos produtos e serviços que consomem, o Selo Verde Brasil os ajudará a identificar quais são sustentáveis. Assim, produtos e serviços com o selo terão vantagem competitiva em relação aos concorrentes sem este atributo.

Para o comércio exterior, o objetivo do Governo Federal é que o selo funcione como um "passaporte para exportar" para os produtos e serviços brasileiros. Novas regulamentações ESG em mercados como a Europa e os EUA estão funcionando como verdadeiras barreiras comerciais.


Como posso me preparar?

Para ser reconhecido fora do Brasil, o Selo Verde deverá seguir os padrões de rotulagem socioambiental já consolidados internacionalmente. Por isso, nossas dicas são:


1. ACV: realize Análise de Ciclo de Vida [ISO 14044], conforme metodologias e ferramentas internacionalmente reconhecidas. Comece analisando um produto ou pequeno grupo deles, para se familiarizar com o processo. Desta forma, você conhecerá detalhadamente os impactos de seus produtos e poderá atender os requisitos de sustentabilidade do selo com maior velocidade.


2. Sistemas de Gestão: produtos e serviços sustentáveis são, obrigatoriamente, resultados de processos de gestão sustentáveis. Os processos produtivos, de compras e gestão da cadeia de suprimentos, de desenvolvimento humano e organizacional... se eles não forem sustentáveis, os produtos deles resultantes também não serão. Invista em aperfeiçoar os sistemas de gestão ambiental [ISO 14001] e de responsabilidade social [ISO 45001] de sua empresa


Autor: Elias Neto - CEO na ESG Now


 

 

 

29 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page